roupa íntima para esportes
Fitness

Roupa íntima para esportes: como escolher os materiais ideais para sua coleção!

Tempo de leitura: 6 min

Usar a roupa íntima ideal para praticar atividades físicas é essencial para o rendimento e até para a saúde e o bem-estar. Mesmo assim, uma pesquisa revelou que 75% das mulheres erram ao selecionar a roupa íntima para esportes. A fim de ajudar a reverter essa situação, é fundamental que sua confecção acerte na coleção.

As escolhas sobre os materiais e como eles devem ser usados é essencial para acertar e garantir máximo conforto. Então, nada melhor que conhecer quais são as opções disponíveis e como elas devem ser selecionadas. Na sequência, veja como optar pelos materiais mais adequados às roupas íntimas para esportes e tome boas decisões para a coleção.

Acerte na seleção dos tecidos

A escolha do tecido é um dos pontos mais importantes devido à liberação de suor que acontece quando o corpo está em movimento. O ideal é que as peças permitam que a pele transpire e elimine o calor por meio dessas gotas.

Como o suor em contato pode causar alergias e incômodos, o tecido deve deixar a pele respirar. Além disso, ele tem que favorecer a evaporação do suor, pois garante o máximo conforto. A seguir, veja quais são as opções mais indicadas.

Poliamida

Sintética, a poliamida não deixa a desejar quando é utilizada em roupas íntimas para a prática de esportes. Ela é bastante macia e confortável, além de ter uma alta capacidade de absorção e evaporação de líquidos, fazendo com que a pele transpire sem encharcar o tecido. Como seca rapidamente, permite fazer esforços físicos com conforto. Neste processo, a temperatura também permanece um pouco mais baixa, deixando um toque gelado, o que torna as peças agradáveis no calor.

Modal

O modal é uma excelente alternativa ao algodão e tem ótimas características. Essa fibra tem origem na celulose e é obtida pelo mesmo processo da viscose. O resultado é uma peça macia, respirável e com capacidade reforçada de absorver líquidos. Com isso, tira o suor do corpo mais facilmente, além de ser ambientalmente correta.

Lycra

A lycra, usada sozinha, não é a melhor alternativa para roupa íntima para esporte. A fibra sintética dificulta a transpiração e pode aumentar os riscos de alergia. Porém, ela é bem-vinda ao ser misturada a outros tecidos. A combinação com poliamida ou mesmo com algodão faz com que os itens sejam mais agradáveis de vestir e evita que as fibras naturais se rompam, o que eleva a durabilidade.

Tenha cuidado com os formatos e modelos

Além de se preocupar com os tecidos, é preciso pensar nos modelos, nos formatos e nas características específicas. Afinal, o uso da lingerie em atividades físicas não é o mesmo do cotidiano ou de situações especiais. Como as necessidades para calcinhas e sutiãs são diferentes, conheça os pontos mais importantes.

Calcinhas

A escolha adequada para os tecidos das calcinhas esportivas evita problemas diversos, como a infecção e as alergias. Em relação ao modelo, as boas decisões são essenciais para favorecer os movimentos e melhorar o desempenho.

Tiras laterais largas

Um dos primeiros pontos é a lateral mais larga. Ela deve ter essa característica para não enrolar e dar sustentação. Além disso, é um jeito de evitar incômodos e a necessidade de ajeitar o item o tempo inteiro.

Corte a laser

Outro aspecto é que a calcinha deve ser sem costura, o que significa recorrer ao corte a laser. Com essa técnica, a peça não marca sob leggings e macacões e ainda impede o surgimento das marcas e dos desconfortos causados por elásticos.

Parte superior fina

Para favorecer a ventilação, é indispensável que área de cima seja mais fina. Com menor espessura de tecido, o calor é liberado com facilidade e dá para evitar assaduras, acúmulo de suor e outros incômodos.

orçamento ModellePowered by Rock Convert

Sutiãs

os sutiãs devem dar a sustentação certa, pois os seios não devem sofrer tantos impactos ou podem ficar flácidos. Além disso, é essencial que eles favoreçam a postura ideal, o que impede lesões e execuções incorretas dos exercícios.

Entre as características, estão alças reforçadas e laterais mais grossas. Quanto ao bojo, é recomendado evitar as estruturas metálicas e usar aqueles que sejam adequados ao formato da peça, sem enchimento e que ofereçam a sustentação. A seguir, veja quais são os modelos de bojo que podem ser utilizados.

Cortininha

O cortininha é ideal para peças triangulares e que trazem ventilação. Normalmente, servem para compor a “estrutura” da peça, que tem o restante coberto pelo tecido.

Cortinão

Já o cortinão também tem formato triangular, mas é democrático e excelente para quem tem seios maiores. Na hora de criar uma roupa íntima para esporte com proteção e sustentação, essa é a solução perfeita.

Borboleta AD

O modelo borboleta ad tem formato triangular, com laterais retas e largas. Por isso mesmo ajuda a cobrir adequadamente os seios, dando-lhes boa sustentação e conforto, sem a necessidade de arcos de plástico ou metal no bojo.

Support

Um dos desenhos clássicos de sutiã, contorna bem os seios na parte de baixo e tem formato triangular na parte superior, permitindo que as alças garantam boa sustentação. Ele oferece conforto e serve para mulheres com seios grandes, médios ou pequenos. Tem boa versatilidade no uso.

Inteiro

No bojo inteiro, ambas as taças já estão juntas e fixas. É especialmente útil para os tops esportivos, pois dá muita sustentação mesmo sem as alças. Também aparece em vários formatos, o que permite a adaptação a cada necessidade.

Fique de olho nas tendências

Além de tudo, é importante prestar atenção às tendências para a roupa íntima para esportes. Mesmo que a peça não fique à mostra, as mulheres gostam de escolher itens bonitos e que estejam na moda. Por isso, veja quais são os pontos para prestar atenção.

Cores neon

As cores intensas estão de volta e o neon ganha força novamente. Vale investir em peças com esses tons vivos e cheios de personalidade, já que eles até ajudam a compor os visuais.

Estampas de fruta

As estampas estão em constante transformação e com a roupa íntima para esportes não é diferente. Atualmente, as padronagens de fruta trazem um ar tropical que torna qualquer atividade ainda melhor. Vale a pena apostar!

Continuação do bojo

Para criar tops interessantes e com boa sustentação, vale apostar na continuação do bojo. A ideia ajuda a adicionar novos detalhes às peças e faz com que o resultado seja mais interessante.

Acertar nas escolhas da fabricação de roupa íntima para esportes é essencial. Com essas dicas, vai ser mais fácil criar peças que atendam às necessidades, garantam conforto e a melhor experiência com a marca!

Gostou deste post? Se quiser outras sugestões e novidades, assine nossa newsletter e receba as publicações em sua caixa de entrada!

MODELLE

Indústria de bojos para confecção de moda íntima, moda praia, biquini e fitness, com vendas para todo o Brasil.

Posts relacionados

Deixe um comentário

Share This
Scroll Up