desenvolvimento de novos produtos

Veja o melhor passo a passo de desenvolvimento de novos produtos

Tempo de leitura: 8 min

Na atualidade, um dos maiores desafios para as empresas de qualquer tamanho está em inovar e promover melhorias constantes. Para atender a essa demanda, muitas delas criam setores especiais dedicados ao desenvolvimento de novos produtos.

Mas, nem todas contam com essa estrutura organizacional e não é necessário esperar pela criação de um departamento específico para trabalhar com a oferta de um novo produto na sua empresa. Para não ficarmos com uma ideia genérica, vamos apontar alguns passos para você compreender o processo. Continue a leitura para conhecer os passos necessários para se aprofundar no tema!

Entenda o processo de estruturação

Diante do fato de que os gestores das empresas estão cada vez mais preocupados em agradar e atrair os mais diferentes públicos, é importante se manter atento ao que o mercado pede a fim de se antecipar e propor novidades.

Para tanto, é necessário estabelecer uma metodologia estratégica, que deve ser aplicada ao seu negócio para analisar e compreender se há uma oportunidade de mercado e como atendê-la.

O desenvolvimento de novos produtos deve seguir algumas diretrizes para que o processo não se perca ou seja ineficaz. Portanto, dentro de uma lógica produtiva, ele deve atender a alguns critérios de implementação de gestão. Veja quais são a seguir.

Pesquisa de mercado

Essa é uma etapa fundamental e que não deve ser desprezada de maneira nenhuma, visto que é o primeiro passo para chegar a uma ideia sobre o que você pretende lançar de inovador no mercado.

Antes de dar início ao processo de desenvolvimento de qualquer produto, é necessário fazer um levantamento, comparar dados e observar comportamentos do consumidor.

Investigue os desejos dos seus clientes, tente identificar uma necessidade que ainda não tenha sido atendida ou um produto que possa gerar um diferencial competitivo. Observe entre os seus concorrentes se há espaço para inserir um novo produto.

Fique sempre atento às tendências internacionais. Quando o assunto é o mercado de moda e confecções, por exemplo, as celebridades norte-americanas e europeias costumam dar sinais sobre o que os clientes mais desejarão na estação seguinte. Pesquise e se pergunte: o que posso trazer de novo ao mercado do meu segmento?

Conceito de novo produto

Feita a pesquisa de mercado, você já conseguirá estabelecer o conceito preciso do seu novo produto, certo? Errado. Como mencionamos acima, o desenvolvimento de novos produtos é um processo com várias etapas, sendo que cada uma acrescenta algo para o resultado que terá ao final do processo.

Para definir um conceito, ouça pessoas e localize suas necessidades, compare com soluções propostas anteriormente e tente ser empático. É importante que você analise as tendências do mercado e o comportamento de consumo de seu público.

moda sustentável, por exemplo, está em alta e apresenta um forte apelo. Portanto, inserir algum elemento ecológico e renovável no conceito do novo produto provavelmente vai funcionar muito bem.

A aceitação do próprio corpo e a valorização das formas também são ideias que combinam perfeitamente com a criação de peças. Especialmente quando se trata de roupas íntimaso conforto e a beleza devem andar juntos.

Um bojo que não saia do lugar e ofereça sustentação ao mesmo tempo que valoriza as curvas femininas certamente é um bom exemplo disso. Além disso, é muito importante atentar-se aos tecidos que serão utilizados. Assim, você conseguirá, de forma embasada, alinhar o conceito do seu produto com as expectativas do cliente.

Plano de negócios

Pense em um documento que registrará os seus estudos, as conclusões de sua pesquisa e que guiará todas as etapas do processo produtivo. Esse é o seu plano de negócios, uma espécie de bússola comercial que norteará os próximos passos do desenvolvimento do seu produto inovador.

Ele fará com que você e os envolvidos enxerguem melhor todas as etapas do processo, ajudando na comunicação entre os colaboradores e no adequado controle das tarefas a cumprir. Uma das principais funções do plano é reunir informações mais detalhadas sobre o nicho de mercado e questionar a viabilidade do produto que pretende lançar.

Assim, com a ajuda de um bom plano de negócios, você será capaz de visualizar todo o investimento necessário e a provável aceitação da ideia no mercado, o que possibilita uma estimativa de retorno. Essa análise é fundamental para determinar os pontos fracos e fortes do produto e assim minimizar possíveis riscos para seu negócio.

orçamento ModellePowered by Rock Convert

Isso acontece porque, em alguns casos, você pode criar um conceito interessante, um produto inovador, mas, na prática, ele se mostrar inviável para o seu nicho. Itens com custo de produção muito alto, por exemplo, exibirão valor final bastante elevado e, se ele ficar muito acima da média dos preços que são praticados pela sua empresa, pode ser que não tenha a saída esperada.

A ideia principal é que, ao final, seu plano consiga responder à pergunta: “vale a pena investir no lançamento desse novo produto?” Se a resposta for positiva, passe para as resoluções da etapa de produção.

Testes e ajustes

A partir dessas pesquisas e conceituação inicial, você já consegue fazer um protótipo do seu novo produto. Esse é o momento mais indicado para experimentar, adaptar, ousar e testar a sua ideia ao máximo.

Com o produto em mãos, você verá se ele funciona como o esperado, testar a modelagem, analisar a textura do tecido e o conforto, entre outros aspectos. No caso de um bojo, ele precisa se adaptar perfeitamente à peça para a qual foi fabricado e proporcionar liberdade e sustentação, adaptando-se perfeitamente às formas das clientes.

É como dar ao seu projeto um choque de realidade! Você deverá testar a viabilidade do produto e verificar a necessidade de ajustes. É normal que mudanças ocorram no meio do caminho.

Não se feche para as adaptações, pois esse é um momento muito importante no desenvolvimento de novos produtos. Seja crítico e saiba ouvir e interpretar. É fundamental estar aberto a novas possibilidades que ajudem a melhorar o acabamento do seu conceito.

Tente se antecipar aos cenários adversos que podem comprometer o sucesso da sua criação no mercado e continue fazendo testes até perceber que chegou a um resultado satisfatório. Com isso, além de melhorar a qualidade do item em questão, ainda vai poder se aprimorar para os próximos artigos inovadores que serão produzidos.

Produção

Após fazer os testes e ajustes na fase de validação, chega o momento em que a equipe coloca a mão na massa! Guiada pelo planejamento que fez previamente, a equipe deverá seguir as orientações a fim de executar o plano dentro das diretrizes estabelecidas, respeitando as exigências, os prazos e o orçamento.

Observe como o produto ficará ao final do processo, compare com o conceito inicial e volte a se perguntar sobre a viabilidade desse item inovador. Caso perceba que o resultado ficou muito diferente do que foi previsto inicialmente, pratique um pouco de desapego.

Confie nos seus estudos, nos testes e na etapa de validação. Permita que o ambiente, assim como as circunstâncias externas, dê ao seu produto a forma final. Se for o caso, produza uma pequena quantidade e lance em alguns pontos para ter noção da real aceitação no mercado. Assim, se o alcance não for o que esperava, você consegue remanejar melhor os ocasionais problemas.

Lançamento

É chegado o grande momento de lançar a novidade no mercado. Perceba que, antes desse ponto alto, você e sua equipe trabalharam coletivamente em pesquisas, plano de negócios, protótipos e testes para analisar a viabilidade e o sucesso comercial do novo item.

A partir de agora, a missão é assumida pelo setor de marketing, que deve elaborar uma ação especial de lançamento. Nesse passo, serão reforçadas as ações estratégicas de apresentação do produto ao mercado.

Após o lançamento, a equipe estará liberada e a novidade se transformará em mais um item da sua empresa. Com isso, o processo de desenvolvimento chegará ao fim. É nesse momento que você deve fazer uma análise, uma revisão crítica das etapas do processo como um todo, do produto e de sua receptividade junto ao público.

Saiba qual é a importância de um setor de desenvolvimento de novos produtos

Como foi possível perceber, o desenvolvimento de novos produtos exige um processo bastante detalhado para resultar em um lançamento bem-sucedido. Por isso, para otimizar o tempo e não sobrecarregar os demais setores, é muito importante investir em uma área especializada para isso.

Dessa maneira, vai ficar bem mais fácil ficar de olho na concorrência, estudar as tendências do mercado internacional e processar os dados coletados em redes sociais e demais canais que reflitam as preferências dos consumidores.

Suas escolhas serão mais rápidas e acertadas, diminuindo a chance de errar com um produto encalhado nas prateleiras. Afinal, você precisa manter a sensação de novidade e não adianta muito fazer alguma coisa depois que todo mundo já fez, não é mesmo?

Seguindo esses passos dentro do processo de desenvolvimento de novos produtos da sua empresa, você se sentirá mais seguro e encontrará menos dúvidas a contornar — especialmente se tiver um setor voltado para a criação. Isso trará mais tranquilidade e tempo para que você se dedique a outras tarefas e vai permitir que saia sempre na frente da concorrência.

Pronto para aprimorar seus processos e ser mais bem-sucedido nos negócios? Continue navegando em nosso blog e descubra quais são as maiores tendências da indústria têxtil.

MODELLE

Indústria de bojos para confecção de moda íntima, moda praia, biquini e fitness, com vendas para todo o Brasil.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Scroll Up